FacebookTwitterGoogle+Linkedin
Biscoito da Sorte
Aceita um biscoito da sorte? É só clicar e descobrir a surpresa que tem dentro dele pra você!
X
Os aplausos reverenciados ao expert das campanhas comerciais causaram um desplugamento dele das maquinações preliminares de sua obra prima. Desfrutando o sabor da glória, interinamente, relaxou suas características cognitivas de associações dos elementos. Nada obstante, a centelha de luz nele provocada pelo usuário juvenil de sua criação trouxe à tona a gênese estrutural do engenho.

E, então, rememorou que, num encontro de ex-alunos do tradicional instituto de educação, soube que Pablo partiu para a terra de seus ancestrais a fim de cursar zootecnia. Nesta circunstância, aliás, aproveitou para tirar mais uma onda e disse que "o animalzinho dos Andes" – como o batizou carinhosamente – "aprenderia a cuidar de seus parentes".Clicando aqui, você lê o conto completo
X
E eu não sei
Se esse é o momento
Mas esperei
Você e seu passo lento.

Que demorou
Tardou a chegar
Mas quando chegou
Chegou pra ficar.

Você mudou a minha vida
A coisa velha foi destruída
E algo novo...
Nasceu! Nasceu!
Chegou pra ficar!
Chegou pra ficar!Clicando aqui, você assiste ao making off da Banda Lyra Azul no estúdio
X
Um professor picareta que enrolou uma classe o ano letivo inteiro... entretanto, tio Ruy não era tão mal assim. Escolhia uma aula do bimestre para expor vinte e cinco minutos da disciplina curricular, assim, havia o que perguntar na prova.

E se um aluno fizesse uma pergunta? O espertalhão preceptor ficava elogiando a sábia pergunta do instruído universitário durante dez minutos e dizia que seria mais produtivo se a dúvida fosse sanada na biblioteca da faculdade, pois se ele desse a resposta de mão beijada, o aluno não cultivaria o hábito de pesquisar e não assimilaria o conhecimento de um modo muito produtivo. Era um perobento fora de série.

Idolatrar o livre comércio e vomitar em cima dos filhos de Trotsky não eram os únicos passatempos daquele tagarela dos púlpitos, ele também gostava de deixar claro que a imunidade dos endinheirados era uma característica normalíssima do sistema no qual quem pode mais chora menos.
(Trecho do texto "Professor Ruy desce para o inferno")
Clicando aqui, você assiste ao vídeo
X
Ser tomado por um sentimento de fragilidade infantil é um jeito de sentir-se acolhido, nem que seja pelo sorriso bobo no próprio rosto ao recordarmos de como víamos o mundo durante a inocência da tenra idade. Naquela fase, as paisagens tinham uma coloração diferente e as tintas que as pintaram parece que foram retiradas do mercado. Mas ainda havia a alternativa de misturar as pigmentações que tenho, formando novas cores e, quiçá, aproximar-se daquela tonalidade clariiiiinha de tão sutil que era e, simultaneamente, colorida e cintilante, alegres como os olhos da criança que brinca.Clicando aqui, você assiste ao vídeo com animação gráfica
X
O sol, o céu e a lua

Janelas, carros e rua

E nada mais diferente

Rotina é tão ardente.Clicando aqui, você ouve a música
X
Um barbeiro é um especialista muito útil. É graças a ele que eu não caio na desgraça de ter que exibir uma coleção de vaginas artificiais na minha faceta, ao meter-me a desempenhar uma arte que não domino: a perícia de manusear uma lâmina de barbear. Porém basta que um barbeiro seja, somente, um barbeiro, sem cometer o excesso de ser um barbeiro barbeiro. Barbeiro barbeiro é um barbeiro que faz barbeiragem.

Trinta e cinco ou quarenta reais é uma bagatela. Eu pagaria até cem pra que fizessem a minha barba. Se houvesse profissionais dessa ordem no mercado, pagaria até pra escovarem os meus dentes.Clicando aqui, você assiste ao filme com animação gráfica