FacebookTwitterGoogle+Linkedin
Baralho Literário
5
Seu gosto
Não discuto
Não olhe meu rosto
Nem um minuto.

Deixe-me aqui
Vagando a esmo
Ninguém eu vou ferir
A não ser a mim mesmo.Clicando aqui, você lê a letra de música
5
6
Não é o ser humano que não sabe o que quer, são os sentimentos que são ambíguos demais. Ao mesmo tempo em que é tolice querer que o Universo funcione conforme as nossas próprias regras, as adversidades também não precisavam pegar tão pesado, não é Senhor Criador? Esse é o preço que se paga por ter um cérebro pensante e a dificuldade que se tem de encontrar pessoas pra compartilhá-lo.Clicando aqui, você lê o texto completo
6
J
Não havia vento nem mar
Pra ela mergulhar
Menina olhava ao redor
Estava pior.

O cheiro era forte, de mangue
Sem coisas mais belas
Renata olhava o sangue
Em suas canelas.

Por que você foi se cortar?
Santa inquisição
As esferas do seu colar
Rolando no chão.Clicando aqui, você lê a poesia completa
J
Clique sobre o baralho!